• Maryse Suplino

Pais consistentes.

A receita para o sucesso.


Quem não conhece a história do nabo teimoso? É a história de uma família que plantava nabos. O solo era adubado e bem cuidado. À medida que os nabos iam crescendo, havia um que se destacava, porque ele crescia para além das expectativas da família. Por conta disso, o tamanho alcançado pelo tubérculo se tornou um problema, no momento de fazer a colheita, porque a família não conseguia retirá-lo da terra da mesma forma que havia feito com os demais nabos.


Na história, primeiramente a mãe tenta puxá-lo, porque ela já havia plantado e colhido outros nabos sem experimentar nenhum tipo de problema. Contudo, dessa vez, percebe que sozinha não consegue. Ela imprime força para retirá-lo do solo, mas não tem sucesso. Percebe que precisa de ajuda e chama o marido. O marido vem e juntamente com ela puxa o nabo da terra, mas ainda assim a força não é suficiente para arrancá-lo.


Quem já ouviu a história sabe que os dois agregarão outras pessoas na corrente para retirada do nabo até o momento em que reúnem força suficiente e o mesmo, finalmente, se desprende da terra. A moral da história todo mundo já conhece: têm coisas que sozinhos não conseguimos fazer.


Se eu pudesse reescrever essa história para dirigi-la ao assunto que quero discutir, colocaria o nabo num tamanho e numa profundidade da terra nos quais apenas a força do marido ou da esposa não seria suficiente para a retirada.


Mas quando os dois, trabalhando em conjunto, dirigissem a força na mesma direção, o nabo separaria da terra. Essa seria a minha história. Eu não daria o nome de “O nabo teimoso” eu a chamaria de “O nabo que traz desafios no momento da colheita”.

A importância da moral da história do nabo é indiscutível, mas eu gostaria de focar na imagem que vem à minha mente sempre que penso nesse conto: pessoas imprimindo força numa mesma direção. É nessa ilustração que se encontra o cerne da ideia de consistência que quero compartilhar com vocês.


Na língua portuguesa consistente/consistência indica densidade, espessura, embora também possa significar solidez no sentido da manutenção de algo. Tive algumas dúvidas quanto a utilizar esse termo no título, mas decidi mantê-lo por perceber que, no senso comum, o mesmo se aproxima da ideia de constância e estabilidade e, portanto, se aplica nesse contexto.


Na criação de filhos não existe uma receita pronta, mas algumas pistas já foram deixadas. Pais que enviam mensagens conflitantes e, muitas vezes, antagônicas entre si aos filhos, tendem a torná-los confusos e inseguros.

Havia pensado em “Pais que harmonizam” como título, no sentido de estarem sintonizados, ajustados. Não é esperado que duas pessoas concordem todo o tempo acerca de qualquer assunto, quanto mais no que tange às situações que se impõem durante a criação dos filhos.


Ser consistente, no sentido da solidez, estar harmonizados, não significa acatar todas as posições do outro, mas buscar o consenso. Costumo dizer que discordância entre o casal acerca da criação dos filhos é sinal de saúde, mas que é determinante a eleição de uma posição consensual (pós discussão) para oferecer aos mesmos, seja qual for o tema.

Quando se tem um filho com TEA a lógica é a mesma. As questões, algumas vezes, serão parecidas com aquelas enfrentadas por quaisquer pais e outras serão bastante pontuais. Apenas para citar algumas: “ceder ou não ceder a uma exigência do filho”, aceitar ou declinar de um convite para levá-lo a uma festa”, “permitir ou não jogar no celular por tempo indeterminado”, “permitir ou não que saia com os amigos da escola”, “insistir ou não para que experimente um determinado alimento”, “deixá-lo dormir na cama com os pais ou não”. Penso que o fundamental é afinar as decisões. Nem sempre será a decisão mais acertada. Nesse caso, cabem novas discussões e ajuste de rota. Trata-se de conjugar forças e uma vez decidida a direção, puxarem ambos para o mesmo lado.


Que a FORÇA para incluir esteja contigo!

57 visualizações0 comentário
QUER FICAR POR DENTRO DAS NOVIDADES?

CLIQUE E LEIA

GRÁTIS!!!

CFN.jpg
capa ensinando.png
 

Inscreva-se gratuitamente abaixo e tenha acesso à conteúdos

semanais diretamente no seu e-mail.

© 2019 - 2020 - Inclusive. Todos os direitos reservados.                          Número de visitantes:

logo multiversos.png